O Velho

Caminhando...

terça-feira, fevereiro 12, 2008

Regeneração ou Como é bom ter bom senso

Cansei de tentar explicar. Cansei de expor meu ponto de vista. Cansei de me astear, como uma bandeira, para que todos vejam como sou diferente. Para que percebam que as coisas que busco não são as mesmas que buscam as pessoas que se preocupam com o Faustão, a novela e o Big Brother.

 

Não, não estou fazendo uma crítica à "rede". Nem estou dizendo que me arrependi de meus atos passados. Nunca! tenho agido por amor, por amar, por buscar algo que é superior. É nesse sentido que sou diferente.

 

Às vezes me esqueço, como todo simples mortal, que esse "algo superior" é o que importa, é a essência complementada pela forma, que também é importante. E nesse esquecimento, acabo escrevendo pela forma apenas, como vários pseudo-poetas que vejo pelos blogs afora. Não uso termos arcaicos, como: "Tu escreves maravilhosamente bem. Sois digno de muita admiração. Blog intrigante..." Não chego a esse cúmulo. Mesmo assim, acabo me esquecendo de escrever como falo (bom, quem me conhece sabe como eu falo).

 

Vi luz em uma mulher. Vi o reflexo de uma luz superior nela, por saber muito bem ser a intermediária entre o céu e a terra. A amo, mas não quero nada com ela, e já estou cansado de tentar explicar isso.

 

O que é o amor afinal?? Minha amiga Michelle (a flor do dia), por quem tenho muita admiração, me perguntou se o amor não seria um embuste da natureza para incentivar seu grande objetivo: a reprodução das espécies. Eu disse: Acho que é o contrário! A natureza nos ilude, fazendo com que pensemos que o mais importante é essa reprodução quando, na verdade, ela nos incentiva a nos reproduzir para que descubramos, passo a passo, o amor. Pra mim, essa é a razão de toda a existência. Até mesmo Jesus Cristo disse isso!! Afinal, ele não resumiu os dez mandamentos em uma única lei: a lei do amor? Ama a Deus acima de todas as coisas, e a teu próximo como a ti mesmo? Será tão simples assim? Eu acho que sim!

 

Se ela não quer mais falar comigo, não posso fazer nada além de ficar triste. Mas isso não quer dizer que a deixarei de amar, ou que passe a amá-la menos. Além disso, amar Clara não significa não amar mais ninguém...

 

Aí é que entra a novidade... Pedi a Deus, há um tempo atrás, para encontrar uma mulher iluminada assim. E não é que encontrei? O pior (leia-se: melhor) é que ela também estava me procurando!

 

Ana.

 

De agora em diante, é esse o nome daquela que chamo de amor. Pra juntos entendermos esse sentimento, vivendo-o intensamente no dia a dia. Enquanto buscava o luar para que as flores do meu jardim crescessem, vi surgir a mais linda das flores. A mais simples, bela, e admirável de todas elas, cujas pétalas não me canso de acariciar, cuja luz se tornou meu próprio luar na terra, com cujo olor não canso de me embriagar.

 

Mais uma dona da chave do meu inconciente.

 

Que venha à tona agora o que estava oculto! Que os segredos sejam revelados! Que o amor una de verdade seres que querem compreendê-lo e vivenciá-lo, pois é aí que mora Deus, é aí que reside a natureza de tudo o que existe.

 

Cansei de explicar só por amar. Continuo amando, mesmo que a outra dona não compreenda. Tudo tem seu tempo. Importa que preciso doar a alguém esse sentimento,  para aprender com ele, sobre o que ele realmente é. Preciso, mais ainda, ajudar alguém como Ana, minha brisa calma, razão por que respiro, a também viver tanta ou mais emoção quanto a que sinto. Fazê-la feliz será minha fonte eterna da mais pura felicidade.

 

Eis o novo enigma...

11 Comments:

Blogger Kari said...

Olha, eu já desisti de tentar explicar a algumas pessoas que eu não sou igual a elas e que não penso ou gosto do mesmo que elas. Decidi ficar na minha, faz a minha e esperar pra ver...

O amor... Ah! O amor! Realmente é difícil explicá-lo, também não consigo, mas sei que o sinto e acredito ser ele algo muito maior do que conseguimos pensar.
Fico feliz que a Ana tenha aparecido na tua vida e espero que juntos, vocês possam aprender muitas coisas e que conhecem muitos sentimentos maravilhosos... Desejo muitassssssss felicidades, viu??? De coração!!!!

Um beijão pra tu

14:08  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Que bom que escreveu sobre essa nova dona da chave...que vocês se unam e se completem a cada dia...

:)

20:44  
Anonymous candy said...

Sinto que peguei o bonde andando e não sei como estão muito bem as coisas.
Mas se tem uma coisa que me chamou atenção foi sua forma de pensar sobre o amor.
Toda vez que eu tento explicar, eu termino dizendo sempre a mesma coisa: amor não é feito para ser descrito, falado, e sim vivido.
Sempre tento explicar e não consigo, por isso penso assim.

Gostei mesmo de ler seu blog!

Ah, e quanto a programação, eu me sinto bem sendo "a diferente". Não me incomodo mesmo. Me incomodaria em assistir o BBB, por exemplo...
afff...

Boa semana!
\o/

Beeijooos

21:04  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Ele ouvirá, quero o que de melhor existe pra ti e Ele tbm quer, se Ana é o melhor que assim seja....

Hoje uas palavras estão tão fortes, no inicio ate me deu um pouco de medo de continuar a ler, pq nao ta no msn?

saudade de saber de ti

:)

21:27  
Blogger Cynthia Lopes said...

Aí meu véio, já lhe disse uma vez que vc é uma pessoa rara... para que se justificar? Deixe que as pessoas pensem o que quiserem porque vc está bem com seus sentimentos, não está? Então, deixa prá lá e viva o seu amor como quiser! Um beijão...

13:15  
Anonymous candy said...

Cheguei na hora do chá e vou continuar voltando.

"Realmente, como é bom enxergar toda a beleza por trás do verdadeiro amor..."
Acredito que possamos encontrar beleza em muitos 'lugares', mas são nos opostos onde achamos mais: no sofrimento (não sou masoquista nem sado hehe) e no amor. No amor, sempre, sempre!
Ele tem o poder de mover o mundo!
:D

;******

20:29  
Anonymous candy said...

Eu sei que não se deve desejar o mal, que sentimentos negativos atraem coisas negativas.
Mas para mim ainda é impossível ver algo que considero errado e ficar passível.

Um ponto a ser trabalhado e eu amadurecer, sem dúvida.
Mas isso me irrita tanto ainda.
=/

Obg pelo seu ponto de vista, obg msm!!!

beeeijooocas

21:22  
Anonymous Jhow Carvalho said...

Edinho tá super dez o seu blog muito legal mesmo gostei muito tá última postagem me indetifiquei com ela.
E que bonitinho fazendo declaração de amor pra Aninha(rsrs..Brincadeirinha) que bom que vocês dois estão juntos espero que sejam felizes...
Falou
Abraços

18:38  
Blogger Jhow Carvalho said...

Então que bom vocÊs dois estão muito bem juntos acho que nunca vi ela tão feliz com alguém como ela tá com você...

E como se o estresse a o meu favor...

Abraços...

:D

13:38  
Anonymous Michelle said...

Agradeço a citação (sobretudo pq escreveu o meu nome tal como ele é)!!

Embora veja muito sentido na frase de Maugham (sim, o pensamento tem autoria), concordo que o Amor não se limita. Gostei do que vc fez com nossa breve discussão, desenvolvendo e dando forma ao que se passa aí dentro por meio das palavras.

Conversaremos mais sobre isso!

PS: Ainda te devo um Vinícius, mas, por ora, mandei o Reich!

15:01  
Anonymous candy said...

Passei pra ver se tinha post novo!
hehehe

;***
e bom restinho de semana!
:D

20:06  

Postar um comentário

<< Home