O Velho

Caminhando...

sexta-feira, novembro 30, 2007

A busca

Já disse que começo a me libertar, não? Pois acredito que a liberdade e o sentir têm estreita ligação. Uma não vive sem o outro. Conheci pessoas fascinantes ultimamente, mas também relembrei outras que estavam guardadas em algum cantinho dentro de mim. Pessoas que meu sentimento desperto fizeram ver com novos e velhos olhos. Há tanto o que fazer! Preciso revisita-las todas, preciso desatar todos os nós.

É como se fossemos, cada um de nós, ralos sugando tudo ao redor, mas houvesse alguns objetos grandes que entupissem e brecassem o processo.

Cada uma dessas pessoas é um enorme objeto. Preciso decifra-las, liberta-las e me libertar. Preciso transformar-me de ralo a buraco-negro. Então, quanto tiver forças para sugar tudo que minha mente criou - as plantas, a internet, a música, os amigos... - para dentro de mim e me transformar num único ponto, pequeno mas completo, simples mas inteiro, é que minha busca estará completa.

E então, o que? Depois do fim, só resta a morte. Sê bem vinda, morte! Morte que aguardo com tanta paixão, morte que me faz homem, que me instiga a viver!

 

Sê bem vinda!!

 

Pois só contigo é que poderei recomeçar. Só assim sairei do fim para o começo. Alcançarei a tão buscada beleza, serei artista de verdade. Serei instrumento do universo, ferramenta da natureza para expressar seus próprios sentimentos, algo grandioso e verdadeiramente belo, grotesco e verdadeiramente são.

E sinto uma presença intensa em meu peito, uma angústia delirante que pode ser traduzida em fogo ou em frio. Não importa. É algo que se mexe, que instiga mas não incomoda. Muito pelo contrário, fascina e acalma, amplia e dilui. Corroi a ferrugem. E isso dói, mas não incomoda, pois é exatamente o que busco.

E, como em toda busca, termino essa postagem sem uma conclusão. Como em toda busca, termino morrendo, reticente mas não hesitante, completo mas não inteiro...

16 Comments:

Anonymous Dani said...

Que bom que está de se libertando, fico feliz...gostei da menira como vc espera a morte...

Não vai dar pra ir aí hoje, pedoa eu ne?

Depois te ligo

:)

11:37  
Blogger Cynthia Lopes said...

Ih, quantos olhares! Olhares diversos para mesmos e novos pontos. Alef... basicamente tudo termina sem fim em um novo RE-começo, bem diferente do ponto de partida, muito mais próximos de quem verdadeiramente somos. Meu véio, grande beijo...

22:47  
Blogger Reticências said...

Em fase de renascimento. Vendo com os olhos livres, o coração aberto. Busca ser completo, mas será possível?

Reticente, mas não exitante tb

Bjo

15:01  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Oie
:)

17:37  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Vou usar um texto seu no meu blog, olha la qdo der ta?/

Fiquei mais feliz por falar com vc hj..

Bjus:)

16:16  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Oi Girassol, hoje a gotinha ta tão seuinha, cheia de dor (fisica) querendo muito evaporar e sumir...
Aparece pra me responder de vez em quando
respondi seu Olá ;) no orkut.
(L)
Bjus :)

11:14  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Este comentário foi removido pelo autor.

10:37  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

:)

17:01  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Este comentário foi removido pelo autor.

09:37  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Este comentário foi removido pelo autor.

10:38  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Este comentário foi removido pelo autor.

17:57  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Oi Girassol, como vc ta?
Sumido daki...
saudade de ler suas escritas
Bjus Dan

16:05  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

veio, bem como de costume (mesmo sabendo que nao vai ler tao cedo) vou escrever pra te desejar um bom dia, boa tarde, bom fim de semana, que essa viajem te faça muito bem,te traga boas lembranças, e te alegre o viver...
Bjus Dani

15:05  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Bom dia amigo Girassol
Uma linda quarta pra ti
Bjus

11:31  
Blogger Sinto que sei que sou: said...

Bom dia :)
Só pra não perder o costume..
:)

11:25  
Blogger Cynthia Lopes said...

Aí meu véio, passei para desejar BOAS FESTAS! Claro sempre em meio as descobertas e conflitos, afinal, não é isso que nos faz crescer? Um grande beijo, Cynthia

12:17  

Postar um comentário

<< Home