O Velho

Caminhando...

quinta-feira, agosto 30, 2007

Muito

Foi há muito, muito tempo atrás
Quando seguiamos juntos
Até onde as palavras nos guiavam
Para que o corpo satisfizesse,
em necessidade ou sede,
uma angústia já ancestral

Foi há muito, muito pouco tempo atrás
As mesmas palavras impulssionaram
o mesmo corpo necessitado
A todos os mesmos lugares
A todas as mesmas figuras
que hoje guardamos como relíquias inestimáveis.


28/08/2007

8 Comments:

Blogger Anne Caroline said...

{:

14:07  
Blogger H. Henrique said...

E aí rapaz!

Eis-me aqui há uma semana no mundo dos blogs.

Muito bacana o seu! Vou linká-lo!

Hugo

09:34  
Blogger Arlequinal said...

"O que você está fazendo?
Milhões de vasos sem nenhuma flor.
O que você está fazendo?
Um relicário imenso desse amor"

- Quero ouvir esta na próxima vez em que nos encontrarmos...

Beijo!

15:06  
Blogger H. Henrique said...

Qual a dúvida?

Certamente, se você conhecesse outro 'Hugo Henrique', ele seria mais ou menos do nosso cilclo. Logo, morto! Não há lugar pra dois em tão pouca distância! Logo se conhecer algum, não o apresente a ninguém - rsrsrs.

Hugo - o anjo do Auto

17:14  
Blogger H. Henrique said...

Em primeiro lugar, obrigado pelo elogio ao meu pai.
Em segundo, obrigado pelo fator genético que indagou!

Em terceiro, sob as águas, existe algo muito além do que conhecemos por material, e um prazer maior do que a terra pode oferecer. É lá que encontra a si mesmo em contato com o que há de mais sublime. É lá que o som se torna música, e o azul, poesia. É lá que os problemas se tornam gelo, e derretem, que os medos se tornam imigrantes, e se vão, e as angústias, coitadas, se vêem qual vermes diante do infinito universo de nossas realizações.

É lá que o mundo deixa de existir, e a alma se torna mundo!

23:36  
Blogger H. Henrique said...

A propósito! Clique no meu nome aqui em cima, e clique depois na opção do "vídeo de áudio", certamente, ao ouvir o que vai ouvir, entenderá sobre o que falo.

23:38  
Blogger H. Henrique said...

Falava a seu respeito, certamente!!!

10:42  
Anonymous beijo...me liga ! said...

no mais, ñ me contradiga, tenho problemas de auto-afirmação-ditatorial e meu analista nunca lhe perdoará.

09:13  

Postar um comentário

<< Home