O Velho

Caminhando...

domingo, junho 03, 2007

Sabe a Alice?

A Alice passou por aqui. É uma das poucas pessoas que lêem esse blog do Véio. Não é aquela do país das maravilhas, nem a que cedeu o nome à mesma. Sabe como é, né? Na minha idade, é difícil acreditar em sereias, musas, feiticeiras...
Mas não duvidaria nem por um segundo se fosse.
Aliás, na minha imaginação, nunca deixou de ser!
Se a imaginação é realidade, e a realidade é apenas imaginação, Anna Jamile é um pássaro voando alto demais para ser visto claramente. Uma ave de penas prateadas ao sol, criando o enígma insolúvel da origem de tal cor. Um mistério fascinante. Tão incrível que nem dá vontade de resolvê-lo, pelo receio de destruir o encanto. Quando menos se espera, vem descendo, descendo... Até pousar no galho da árvore ao seu lado. E te observa também!
Já cheguei a pensar que poderia tocá-la, mas a simples imagem dela fugindo foi o bastante para manter o ritual sagrado da distância. Alice Lidell, Anna Jamile, são heterônimos da mesma pessoa. Momentos diferentes, circunstâncias, angústias e anseios também.
Pra mim o que importa?
Importa apenas que ela me deixou um beijo... e pediu pra eu ligar.
E foi o que sempre fiz.

2 Comments:

Anonymous beijo...me liga ! said...

"But I don't want to go among mad people," Alice remarked.
"Oh, you can't help that," said the Cat: "we're all mad here. I'm mad. You're mad."
"How do you know I'm mad?" said Alice.
"You must be," said the Cat, "or you wouldn't have come here."

11:32  
Anonymous O Véio said...

It's what I guessed first of all!

;-)

20:30  

Postar um comentário

<< Home