O Velho

Caminhando...

sexta-feira, maio 25, 2007

Claramente #1

Podem as estrelas, à distância, ser apenas olhos do universo?
Podem teus olhos ser estrelas também?
Esse brilho mágico é o que mais peço
Porque escuridão é o que há além.

Podem meus pés pisar descalços
Nessas pedras duras que já pisei?
Sem meus sapatos caros de veludo?
Hoje que não piso mais como rei?
Mas a pedra é fria, e o coração é pedra
Piso e me corto, despedaçando o que sobrou
Não há mistério que teu brilho não herda
Não mais distâncias, nem sou o que sou.
Vejo coisas escondidas nesse teu brilho
Algo que cria o mistério e o traz
Mentiras e desejos, também, que nem ligo,
O resto, vejo que se desfaz

4 Comments:

Anonymous beijo...me liga ! said...

e pior ainda, não se trata de um sonho.

00:20  
Blogger O PAI DA ISABELLE said...

Eita!

Que inspiração!!!!!

Andas olhando muito as estrelas... ou será o brilho dos olhos de álguém?

Grande abraço véio!

19:16  
Anonymous Marcela said...

Acho que foi o texto mais bonito que li aqui... Beijo...

01:14  
Anonymous O Véio said...

Valeu pelos elogios...

... mas fala baixinho, porque os outros vão ficar com ciúmes.

E gosto muito deles também!

;-)

21:35  

Postar um comentário

<< Home