O Velho

Caminhando...

quinta-feira, junho 18, 2009

Que seria?

 

Estrela que sonhei um dia

de meus sonhos,  que seria,

se não visse o que irradia

de teus olhos, luz infinda?

 

Que seria se não visse

tudo o que tua voz me disse

entre os braços da meiguice

entre os sonhos, que seria?

 

Viveria atado ao leito?

Ia, só , vagar no escuro?

Se o segredo que há em teu peito

viesse só, guardado e mudo?

 

Ao teu lado, luz eterna,

refletida na mulher

Companheira doce e terna,

vivo tudo o que vier

 

E almejo entender

Quero ver no infinito

o mistério mais bonito

e em teu colo eternecer

 

Ser,  crescer e florescer

Luz sem fim que os astros dão

Que seria, cá de mim,

sem teu alvo coração?

 

Parabéns Ana, meu amor, por mais um final de outono de transformações!

6 Comments:

Blogger Simplesmente *Ana* said...

Muito grata, por tudo...
Pelo seu amor, por sua compreensão, por sua paciência, pelo seu companheirismo, por sua inocência, por sua essência, por sua existência...

Amo-te

muito

mais que ontem!

09:56  
Blogger Narah said...

MEU CASAL PREFERIDO!!!!!

Meu web-amigo poeta! Que lindo seu texto!
Que lindo sentimento!(dos dois)
Grande abraço!!!

ps: que bom esse raio de luz, nesse dia de escuridão...

13:01  
Blogger Kari said...

Que lindo poema.

"Que seria, cá de mim,

sem teu alvo coração?"

Perfeito!!!!

Beijos

16:40  
Blogger Cynthia Lopes said...

Aí, meu Véio, esta veia pulsante e romântica, sempre legal deixar voar livremente! Beijão

16:33  
Blogger mariam said...

Edinho,

Lindo poema! Parabéns a ambos.

deixo uma mão-cheia de cerejas e o meu sorriso :)
mariam

nota:já estava com saudades deste 'Universo' tão especial... mas tive alguns problemas informáticos rsrs

11:06  
Blogger Shin Tau said...

Olha só que amor lindo,

eu não disse, isso é a pureza dos sentimentos!

Parabéns!

09:12  

Postar um comentário

<< Home