O Velho

Caminhando...

sábado, novembro 04, 2006

Saudades

Acabou.
Só ano que vem agora! Ela me disse que tinha sido emocionante. Gostou do que eu falei no palco (também, eu quase chorei, né! quase! Consegui me segurar). Tanta dificuldade, vontade de desistir e jogar tudo pro alto.
Nunca pensei que a recompensa seria tão boa!

15 Comments:

Blogger moema said...

parabens pelo festival
andei lendo um pouco sobre o objetivo de vcs.....
amei a foto
tudo de bom
pra vc a toda a galera
xero

20:03  
Blogger O Véio said...

Essa foto me dá vontade de chorar, Moema! É incrível como a vida nos presenteia com coisas lindas quando a gente mais acha que nada vai dar certo!! hehe. Quem sabe ano que vem você não vem assistir o festival (ou, quem sabe, até participar!)

20:24  
Anonymous Anna said...

Pelo visto o festival não fez só público e foi importante para Osasco.
Sentir a arte é importante! Admiti-la muito mais!
Parabéns pelos seus trabalhos edinho!!
beijão, Anna ♪

20:56  
Blogger O Véio said...

Anna você é um anjo que se veste de seriedade pra enganar os olhos das pessoas preconceituosas!
Obrigado pelo carinho. Espero que ano que vem você participe com a gente.

Beijos.

21:02  
Anonymous bella said...

edinho, q saudade da, sabia?? rsrs a vida vai nos encaminhando p novos caminhos, e parece q a gente sempre sente uma parte de nós nakele q foi o primeior de tds os caminhos... inda bem q carreguei desse começp , alem da paixao pelo teatro, um grd e qrido amigo, q foi vc...!qria ter ido assistir o festival, me falaram mto bem sobre... mas no prox espero estar la! te amo!

21:04  
Blogger O Véio said...

Eu também te amo, Isabella Penov Pamplona Puget!

Mas todo começo é um fim em si, assim como todo fim... bom, o que quero dizer é que desejo te ver com a gente de novo ano que vem!
rs

Beijos, minha melhor amada amiga.

21:46  
Anonymous Anônimo said...

Para caminhar no mundo, como cavaleiro monge em cavalo de sombra, preciso olhar para o mundo ( ou quem sabe, mundos?) por muitos olhos, aprender a sentir o obvio de muitas maneiras diferentes ( ou quem sabe, semelhantes?). Em suma, eu, na minha sempre presente busca de vida, preciso de arte, preciso de vocês!

A arte, multiplicadora de visões, sistema amplificador de sensações, precisa de pessoas como vocês do Rabo de Kalango que abrem espaços e acreditam na revolução da poesia.

Por isso, levo-os comigo, vocês caminham em mim, no meu coração.

Ah, no Festival de Poesia tivemos momentos belíssimos.

Quero agradecer todo carinho de vocês! E destacar a competência e o respeito do corpo de jurados para com os participantes, colocando-se como incentivadores, orientando e dando dicas importantíssimas. Quem escutou, com certeza aprendeu, e muito!

Parabéns, até o próximo festival. Contem comigo e com o Grupo Encontro das Águas. Muito carinho,

Marili Alexandre

22:04  
Blogger O Véio said...

Obrigado, Marili!
Você é uma pessoa muito especial para todos nós!
Eu, Edinho, sou muito grato por tudo o que você proporciona, proporcionou e proporcionará pela literatura e pelo teatro de Osasco.
Seja bem vinda ao meu novo blog!
Que minha casa seja sua casa.

22:34  
Anonymous shauan bencks said...

massa Véio...
Este ano não deu, mas ano q vem vou participar...
Seu trampo e da turma é muito show mesmo.

abraço

12:05  
Blogger O Véio said...

Valeu, Shauan!
Ano que vem quero ver Poesia escrita e Vídeo-poesia, heim? Alias, quem sabe você não declama também??
Um abraço, velho amigo do Véio!

19:07  
Blogger Amanda Pereira said...

Oieee...
Eu não assisti a todos nem a tudo, porém, o pouco que vi valeu! Valeu pra saber que existem pessoas como você e tantos outros que vi que presam pela arte, pela poesia e pelos dias vividos de palavras e toques de simplicidade. É bonito ver pessoas reunidas, amigos, conhecidos a pouco, irmãos a tempos. É bonito sentir a poesia dessa maneira.
Valeu! :)
Bjim...

10:35  
Blogger O Véio said...

Suas palavras foram muito poéticas também! Obrigado, garota. Espero te ver de novo no ano que vem, heim? E outras vezes, em outros lugares, é claro.
Beijos.

11:47  
Anonymous Eliabe Vicente said...

Velho, véio, novo, sem idade, qual é? O que vc quer? O que vc sente quando chora? Quando fala de arte? Não precisa dizer, eu sei!!!

Valeu velho, ou véio, que seja, vamos tomar sol na praia ou vc vai devorar mais um filme da coleção? Qualquer coisa vale, vale qualquer coisa, de coração.

Pra dizer que sua pulsação é que move nossa emoção e que faz a gente acreditar na ARTE PELA ARTE, NA CULTURA PARA TODOS, no fim da hipocresia e POR AMOR A POESIA, e não a poesia apenas no sentido literário e sim EM TUDO O QUE É BELO, mesmo sem que exista a beleza ESTÉTICA.

Eliabe Vicente
Grupo RAbo de Kalango
Arte, cultura e principalmente muita Atitude.

2007 nos espera!!!!!

20:57  
Anonymous Eliabe said...

Uhuuuuu!!!!

Consegui velho!!!!! Véio, vai, valeu as diversas tentativas.... é que troquei de LAN e de micro é claro!!!!

abraços,

20:59  
Blogger O Véio said...

Na verdade, to precisando tomar mais sol...
hehe
Vai ter que ter litoral norte, heim?
Abraço, meu amigo

(e o time dos solteiros vai ficar desfalcado, heim)

16:35  

Postar um comentário

<< Home